sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

My hands couldn't keep you


Milow _ out of my hands

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Espanha.Madrid.ART MADRID.ARCO.




Um passeio até às artes, numa viagem confusa de ideias, sentidos trocados, mapas errados, horas passageiras de viagem, airbags com "problemas", GPS de conselhos, "Calientes personas", modos estranhamente rudes, preguiça, frio, evasão, fumo, gentes, respeito, presa, beleza, arte, inteligência, dialogos, loucura, gastronomia, lições, ideias, ideais, vida...

Encontro com tudo o que em cima indico e muito mais...
A convite de alguém especialmente especial fui este ano até Madrid ver aguma exposções de arte, ficando com um gosto na mão que me faz voltar a desenhar...

Como é de imaginar é impossivel ver tudo num dia e muito menos em algumas horas, impossivel para mim estar em Terra e na Lua ao mesmo tempo...



Art Madrid, na Casa del Campo (Madrid) contou com a presença de algumas obras interessantes, obras pelas quais fiquei incansavelmente a admirar, suspirando aqui e ali consoante o grau de beleza ou intensidade do artista, apesar dos meus companheiros de viagem terem ficado mais fascinados com a outra exposiçao de escala maior ARCO (razão primordial pela qual fomos até ao país basco), confesso que por algum motivo alheio ao meu conhecimento, a Art Madrid, acabou por macar mais pontos em mim, talvez por ser a primeira grande exposição de arte à qua assisto, ou simplesmente porque o tempo de admirar, saborear cada quadro tenha sido distinta.

"(...)Las galerías y artistas presentes en Young Art son:
- Collage Habana (La Habana, Cuba): Dalvis Tuya, Jairo Alfonso, Pavel Acosta, Harold Vázquez, Ricardo Elías, Kadir López.
- Fernando Pradilla (Madrid), con ochos espacios diferenciados: Starsky Brines, Salvador Díaz, Marco Mojica, Carlos Salazar Arenas, Emilio Gañán, Germán Gómez, Marcos López, Moisés Mahiques.
- Luz & Suárez del Villar (Madrid): Michel Pérez (Pollo), Maykel Linares, Leonardo Gutiérrez
- Galerie Insula (París, Francia): Fernando Costa, Franck Loret.
- Metro Arte Contemporánea (Santiago de Compostela): Olmo Blanco, Victor Hugo Costas, Fruela Alonso, Sheila Pazos, Marcos Juncal
- Moret Art (A Coruña): Cristina Moroño, Héctor Francesch, Miguel Piñeiro
- Múltiple (Madrid): Don Herbert, Christof Klute, Jacinto Moros, Santiago Serrano, José Luis Zumeta.
- Romea 3 (Murcia): Juan Carlos López Davis, Ricardo Escavy, Javier García Herrero, Javier Pico.
- 3 Punts Galería (Barcelona): Sito Mújica, Samuel Salcedo, Juan Perdiguero, Ramón Surinyac.
- Xanon (Bilbao): Eduardo Alonso.(...)"

Retirado da net: http://www.revistadearte.com/2010/02/17/jovenes-artistas-en-art-madrid-2010/


Algumas das obras:

(Lamento a qualidade das fotos, foi possivel)












(dia 20.02.2010)
(dez euros a entrada)

Depois de muitos contra-tempos, enganos, maus modos por parte dos nossos queridos espanhois, chegámos ao local que queriamos, já a noite descia a Serra coberta e gelo...

Infelizmente, não foi possivel tirar fotos à cidade que fervinha de gente, culturas, cultura, museus, ruas cheias de arquitectura interessante e intensa, pois já era noite e dificil fotografar tais visões de espanto...

Madrid, pareceu o nosso Bairro Alto (Lisboa) mas em grande escala. Ao contrário de muitas das nossas cidades, aquela não dorme, foi interessante ver travessas a passarem de um restaurante para um outro do outro lado da rua, ver como os cheiros se misturavam, como as ruas cheias de carros e gente nas calçadas, bebia cada um de nós, foi intenso ver os candeeiros que iluminavam as estreitas ruelas, como algumas lojas ainda estavam abertas ao público, a forma como as pessoas se vestiam, principalmente as meninas, que sendo sábado, deveriam ir ao encontro de um momento romântico ou de cariz mais sexual, pois uzavam grandes e intensos saltos, curtas mini-saias (estando um frio de cortar a pele), maquinhagem mais ousada, vestidnhos quase de verão, e lá iam, com as pernas finas e tremulas a descer as calçadas no encontro de algo ou de uma promessa com um destino por contar...
Vi como os casais passeavam agarrados e a forma como alguns dos membros viramvam o rosto ou olhar para outra possivel pessoa...
Muitas tascas, tabernas, muitas senhoras nelas a beber o seu copo de final de dia, um casamento ao sair da igreja, homens de olhar já perdido com um copo meio cheio, mei vazio a olhar o nada, depois de escolhermos um local para nos sentarmos e comer algo tradicionalmente tipico espanhol, reparei no senhor que bebia o seu copo de vinho e olhava sem nada dizer a TV, ali parado no tempo e na vida...
Adorei os WC da taberna restaurante, pois não sei o que era... As portas sempre muito intensas, o chão, as paredes de um verde intenso, e apesar de ter um ar modesto tinha vida, alma, cariz, durante a conversa à mesa que partilhamos entre nós, observava por vezes as outras mesas na expectativa de encontrar algo mais, e lá via uma mesa de velhas senhoras com seus grandes penteados cheios de laca, a suster um ou outro cabelo muito loiro, que de real só mesmo a tinta, os visons que usavam, e como usavam, achei piada; um casal de jovens muito meigo entre eles a disfrutar do futebol e da comida, gostei de ver a ternura que ali havia, desejo que dure...
A forma como um dos poucos espanhois nos atendeu, desde já o meu muito obrigado, foi dos poucos que manteve um lado digno de educação, a comida do melhor, carnes na chapa, com legumes na chapa, e deliciosamente bom, o cheiro o sabor ali mantinha-se, fez-me lembrar quando a comida ainda sabia a comida... Saímos confortados, mas sem mais espaço no estomago, fomos andar um pouco pelas ruas, cada casa com o seu que de belo, desde uma porta de madeira clara mas com detalhes magnificos de carpintaria, portas de ferro grosso, vigoroso, janelas únicas, graffitis numa das paredes e portas, pequenos apontamentos artisticos aqui e ali, adorei s candeeiros que cada vez que via um tirava uma foto...
Por uma passadeira lá me ri sozinha com algo caricato (apesar de ser normal em alguns paises) uma senhora aravessava de mão dada a passadeira de peões com o seu amor, trazendo o seu vison, até aqui tudo bem, mas quando desço o olhar e olho os pés da senhora apenas sorri, porque achei um contraste hilariantemente extrardinário, trazia ela um vison comprido de cor castanho claro, e depois descendo o olhar uns sapatos de enfiar no pé como se fosse um sapato de quarto castanho também, e umas meias opacas brancas... Grande contraste de "Vogue".

Depois de tanta agitação e de finalmente termos decidido que estavamos cansados e o descanço era merecido, fomos para o hotel (Astor) onde ficamos e tomei um banho daqueles revigorosos, eixando-me depois morrer numa cama de brancs lençois... só faltava algo...



2010.02.21
A.R.C.O.
MADRID 2010


Mais um dia de conflitos Ibéricos...
Mas o que se passa com esta gente?

"(...) Compra um GPS...(...";
"(...) Mira qui calientes (...)";
"(...) Porta seis (...)";
"(...) no es aqui (...)";
"(...) (...)"!!!

Mas será que lhe fizemos algo? Não se mostram prestáveis e levam-nos por caminhos errados. A chover e sempre com as piores das indicações quando tudo era tão simples...





Depois de termos dado a volta a toda a area da expo arte (chamemos isso), finalmente na bilheteira...

(32€ a entrada)
(alguns erros, localzações erradas, anuncio net não coincidia com a realidade, propostas de DVD na net, falsas para quemd epois queria comprar na bilheteira, não havia, falta de conhecimento dos próprios intervinientes, que não sabem dar indicações, porteiros que fazem comentários estranhos em alto, pessoas mal humoradas, sem se darem ao minimo esforço para ajudar quem visita a feira... Uma grane má vontade em pequenas coisas como dar indicação de wc... Enfim... Senti que aqui ganhamos, apesar dos pesares somos hospitaleiros...

ARCO
A razão da visita...

General Programme
- A selection of international galleries made by the ARCOmadrid_ 2010 Organising Committee.
- Galleries applying for the General Programme will not be able to apply for participation in ARCO 40, but they will be able to apply for the other sections.

1900*2000 PARIS FRANCE
AD HOC VIGO SPAIN
AICON GALLERY LONDON UNITED KINGDOM
ALEX DANIELS-REFLEX AMSTERDAN AMSTERDAM NETHERLANDS
ALEXANDER AND BONIN NEW YORK UNITED STATES
ALVARO ALCAZAR MADRID SPAIN
ANDRE SIMOENS GALLERY KNOKKE BELGIUM
ANGELS BARCELONA BARCELONA SPAIN
ARARIO GALLERY SEOUL KOREA
BARBARA GROSS GALERIE MUNICH GERMANY
BÄRBEL GRÄSSLIN FRANKFURT GERMANY
BENVENISTE CONTEMPORARY MADRID SPAIN
BERNARD BOUCHE PARIS FRANCE
CAIS GALLERY SEOUL KOREA
CANEM CASTELLÓN SPAIN
CAPRICE HORN BERLIN GERMANY
CARLES TACHÉ BARCELONA SPAIN
CARLOS CARVALHO- ARTE CONTEMPORANEA LISBON PORTUGAL
CARRERAS MUGICA BILBAO SPAIN
CASA TRIÁNGULO SAO PAOLO BRAZIL
CASAS RIEGNER BOGOTÁ COLOMBIA
CAYÓN MADRID SPAIN
CHARIM GALERIE VIENNA AUSTRIA
CHRISTOPHER GRIMES SANTA MONICA UNITED STATES
DAN GALERIA SAO PAOLO BRAZIL
DISTRITO 4 MADRID SPAIN
DNA GALERIE BERLIN GERMANY
EDWARD TYLER NAHEM FINE ART, L.L.C. NEW YORK UNITED STATES
ELBA BENITEZ MADRID SPAIN
ELISABETH & KLAUS THOMAN INNSBRUCK AUSTRIA
ELVIRA GONZALEZ MADRID SPAIN
ESPACIO MINIMO MADRID SPAIN
ESPAIVISOR GALERÍA VISOR VALENCIA SPAIN
ESTIARTE MADRID SPAIN
ESTRANY - DE LA MOTA BARCELONA SPAIN
EVELYN BOTELLA MADRID SPAIN
FAGGIONATO FINE ARTS LONDON UNITED KINGDOM
FARÍA FABREGAS GALERIA CARACAS VENEZUELA
FILOMENA SOARES LISBON PORTUGAL
FUCARES MADRID SPAIN
GALERIE CATHERINE PUTMAN PARIS FRANCE
GANA ART GALLERY SEOUL KOREA
GEORG KARGL VIENNA AUSTRIA
GRIMM AMSTERDAM NETHERLANDS
GRITA INSAM VIENNA AUSTRIA
GUILLERMO DE OSMA MADRID SPAIN
GUY BÄRTSCHI GENEVA SWITZERLAND
HANS MAYER DUSSELDORF GERMANY
HAUNCH OF VENISON LONDON UNITED KINGDOM
HEINRICH EHRHARDT MADRID SPAIN
HEINZ HOLTMANN COLOGNE GERMANY
HILGER MODERN / CONTEMPORARY VIENNA AUSTRIA
JAVIER LOPEZ MADRID SPAIN
JOAN PRATS BARCELONA SPAIN
JORGE MARA - LA RUCHE BUENOS AIRES ARGENTINA
JUANA DE AIZPURU MADRID SPAIN
KLAUS GERRIT FRIESE STUTTGART GERMANY
LA CAJA NEGRA MADRID SPAIN
LA FABRICA MADRID SPAIN
LEANDRO NAVARRO MADRID SPAIN
LELONG PARIS FRANCE
LEME SAO PAOLO BRAZIL
LEYENDECKER SANTA CRUZ DE TENERIFE SPAIN
LUCIA DE LA PUENTE LIMA PERU
LUCIANA BRITO GALERIA SAO PAULO BRAZIL
MAI 36 GALERIE ZURICH SWITZERLAND
MAIOR POLLENÇA SPAIN
MAISTERRAVALBUENA MADRID SPAN
MAM MARIO MAURONER CONTEMPORARY ART VIENNA VIENNA AUSTRIA
MARIO SEQUEIRA BRAGA PORTUGAL
MARK MÜLLER ZURICH SWITZERLAND
MARLBOROUGH GALLERY MADRID SPAIN
MARTA CERVERA MADRID SPAIN
MAX ESTRELLA MADRID SPAIN
MAX WIGRAM GALLERY LONDON UNITED KINGDOM
MEESSEN DE CLERCQ BRUSSELS BELGIUM
MICHAEL JANSSEN BERLIN GERMANY
MIGUEL MARCOS BARCELONA SPAIN
MOISÉS PÉREZ DE ALBÉNIZ PAMPLONA SPAIN
MORIARTY MADRID SPAIN
NÄCHST ST. STEPHAN ROSEMARIE SCHWARZWÄLDER VIENNA AUSTRIA
NOGUERAS BLANCHARD BARCELONA SPAIN
OLIVA ARAUNA MADRID SPAIN
ORIOL GALERIA D'ART BARCELONA SPAIN
PALMA DOTZE VILAFRANCA DEL PENEDÉS SPAIN
PELAIRES PALMA DE MALLORCA SPAIN
PILAR PARRA & ROMERO MADRID SPAIN
POLIGRAFA OBRA GRAFICA BARCELONA SPAIN
PROJECTESD BARCELONA SPAIN
RAFAEL ORTIZ SEVILLA SPAIN
RONMANDOS GALLERY AMSTERDAM NETHERLANDS
SABINE KNUST MUNICH GERMANY
SENDA BARCELONA SPAIN
SIBONEY SANTANDER SPAIN
SLEWE AMSTERDAM NETHERLANDS
SOLEDAD LORENZO MADRID SPAIN
STUDIO TRISORIO NAPLES ITALY
T20 MURCIA SPAIN
THADDAEUS ROPAC PARIS FRANCE
THE PARAGON PRESS LONDON UNITED KINGDOM
THOMAS SCHULTE BERLIN GERMANY
TIM VAN LAERE ANTWERP BELGIUM
TOMAS MARCH VALENCIA SPAIN
TONI TAPIES BARCELONA SPAIN
TRAVESIA CUATRO MADRID SPAIN
TRAYECTO VITORIA SPAIN
VANGUARDIA BILBAO SPAIN
VISTAMARE BENEDETTA SPALLETTI PESCARA ITALY
WALTER STORMS GALERIE MUNICH GERMANY
WETTERLING GALLERY ESTOCOLMO SUECIA
ZINK BERLIN GERMANY

alguns nomes...


Por receio de ser injusta e porque aliás é-me impossivel mostrar tudo, realço algumas obras apenas por motivos de qualidade de foto e não pelo talento que pode ou não estar em cada peça de arte ali exposta...


















Mais havia para mostrar, mas fica por aqui...
Realço e dou os parabens a Eduardo Nave, pelo excelente quadro, parabens está deliciosamente belo.
Asia, também de parabens os talvez mais autenticos...







Fotos das exposições Cata Roque
Peço maior respeito pelos artistas...







Concluindo a viagem:
Saldo: positivo, voltarei sem dúvida, aliás tenho uma missão ir ver o palácio de cristal que serve como base para "Lá no Palácio dos Cristais", ver e tirar novas fotos mas de dia, tirar pelo menos uma semana ali, Madrid espera por ser conhecida...
Adorei sentir-me perdida em locas belos sou sincera, por mais estranho que possa parecer há coisas que ficam gravadas imagens magnificas de pedras amontoadas umas nas outras, um prado, ovelhas negras como carvão, prados, nevoeiros pelas montanhas, a neve lá no fim do horizonte, um mistério e um sonho, o de voltar.


Exposições: não sei se por ser a primeira guardo a Art Madrid mais no coração, ARCO, apesar de em maior escala de obras e arte, não me marcou tanto.
Reparo e constacto com tristeza minha que muito pouco de evoluçºao há nas obras, vejo que muitas são pequenas alterações a grandes obras do passado, mas traos ou formas novas só quando falamos de tecnologia, assunto demasiadamente debatido nas exosições, tecnologia misturada com pintura, será esse o passo para o futuro da arte? Possivelmente... Reparo que muito pouco se irá desenvolver...
Lamento e não gostei, daí ter evitado ao máximo, qualquer apelo à biolgia; muitas foram as obras que marcaram pelo constrangimento e não pela beleza, aponto que algumas obras metiam asco, outras eram tenebrosas, lembro de me ter afastado com um sentimento de horror de uma das galerias, que mostrava tudo menos positivismo, lamento a arte para mim será sempre uma forma de expressão de alegria e nunca de negridão, mas cada um sabe de s e a cada um cabe mostrar o que a alma possui, reparo que muitas eram as obras sobre células e a transformação das mesmas, trocas, ADN, ribossomas, mitocrondrias, osmoses, etc, algo que sinceramente vi durante todo o periodo de ensino e que não manifesto qualquer tipo de interesse, nada de beo ou magnifico, coisas básicas... Aponto o uo excessivo de horror para critica, para quê? Uns dos quadros talvez mais bem feitos mas com tema horrivel, um rosto de mulher com exposiçºao de carne humana na fase, anoto que estava magnificamente bem elaborado porém o tema e a forma eram horriveis, porque não mostrar algo com luz?

Nota-se e espelha-se as desgraças que vão pelo planeta e como essas mesmas ficam enraizadas no er humano, quadros depressivos haviam imensos, poucos alegres, espelho da solidão, negro, escuridão, trevas, Deus e o Homem, as religiões, os contrastes de cores no Homem...
Obviamente que não foi má a esperiencia nem tão pouco pobre, muito pelo contrário, mas sinceramente lamento estarmos sem ideias novas inovadoras e alegres...

Que o próximo ano traga cor à vida e ao Mundo e que esses mesmos se espalhem na arte...








Foto: The House Of Birds
Cátia Roque, 2010 numa bomba de gasolina entrando Espanha...

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

exorcista

exorcitando a alma...
Lembrando o caminho...
traços em papel criando...
sentidos assombrados de uma noite escura...
calma, placidez de gente...
calma heresia morta...
calma como uma dada santa morta...
exorcitando... os sentidos de uma morte crua...
quebrando os gritos na tela de um branco vazio...
exorcitando em segredo a mão e os dedos...
numa calma e assombroa bruma...
se acordar, que seja eterna a perturbação suprema...

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Some Day...


Music: GoldFrapp

Some day when my shadows no longers forecase my spirit

Some day I will find the miracle

Some day I know some day

I wont be dead still...

Some day out of my reach I will be to far from here...

I will be far from here...

Some day... to come that day..

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Galerias Oeiras Parque

Realço um trabalho magnifico de pintura de Gustavo Fernandes, que me deixou de boca aberta e olhos fixos na beleza dos traços, na transparência que exprime, e na viagem que me lança, já tendo o prazer de conhecer algumas das suas obras, esta é a continuação de um trabalho rico em expressão, mas com uma nova tonalidade, a de tranquilidade e equilibrio...
Parabéns Gustavo Fernandes, um trabalho de lançar os pinceis sobre as teclas que de tão brancas por vezes mostram a arte que se traz dentro de cada um, magnifica mensagem, magnifico momento de arte, muito obrigado fiquei mesmo colada ao vidro da Galeria...:-)